fep.com.pt
fep.com.ptFederação Empresarial Portuguesa, nasceu em Espinho um Agente Dinamizador das Associações

A sede da Associação Comercial de Espinho foi pequena para receber tantas Associações que se quiseram juntar para uma sessão solene, que teve como ponto alto a eleição dos órgãos sociais da recém-criada Federação Empresarial Portuguesa.
A Federação Empresarial Portuguesa defende a criação de condições de sustentabilidade e apoio ao desenvolvimento do comércio e do pequeno empresário. Na cerimónia estiveram representadas Associações de norte a Sul do País de que são exemplo: Artur Nunes representante da Associação Comercial de Miranda do Douro, José da Silva Aleixo, representante da Associação Comercial de Espinho, Paulo Falcão representante da Associação de Arcos de Valdevez, Francisco Carriço representante da Associação Comercial de Setúbal, João Antunes representante da Associação Comercial de Oeiras e Amadora, João Cardoso Araújo representante da Associação Empresarial de Pinhal Interior, Francisco Oliveira representante da Associação Comercial de Gaia, Dr. Padinha representante da Associação Comercial de Mafra, Fernando Cardoso representante da Associação Comercial de Vila Real, Dra. Carla Pedro representante da Associação Comercial da Mealhada..

Este projecto tão ansiado e solicitado por todas as associações, com vista a defender os interesses do futuro do Associativismo, tem agora o seu corpo através da constituição deste grupo de trabalho.

José Aleixo, recém-empossado, vice-presidente de direcção, assumiu também a área financeira, e referiu-se detalhadamente “à necessidade de congregar esforços e meios para constituir esta federação em virtude de as entidades que actualmente nos representam junto das instituições governamentais não estarem a cumprir integralmente o papel de defensoras e representantes dos interesses comerciais e associativos”. José Aleixo referiu-se ainda a aspectos muito concretos da legislação ultimamente publicada criticando, designadamente “as matérias do arrendamento comercial e o regime dos trespasses, os horários das grandes superfícies comerciais bem como a falta de empenho das entidades representativas do comércio em alterar o actual estado de coisas”.

O também presidente da Associação Comercial de Espinho sublinhou “a actuação que considera excessiva da ASAE e outras entidades que fazem cumprir as directivas comunitárias cuja aplicabilidade no país é de eficácia e de interesse duvidoso. Por fim manifestou esperança que a federação recém-formada possa contribuir decisivamente para a melhoria da situação do comércio e das estruturas representativas do mesmo”.

Por sua vez Artur Nunes, o agora presidente da Federação Empresarial Portuguesa traçou “os sentimentos de necessidade que muitas estruturas associativas sentem da sua existência, em virtude de uma fraca visibilidade de outras estruturas actualmente existentes”. Criticou “a facilidade de instalação das grandes superfícies comerciais do país bem como a nova lei que está em estudo que considera ainda mais gravosa para o comércio tradicional”. Referiu que “os espanhóis têm uma abordagem diferente desta situação preferindo adaptar às diversas nacionalidades existentes em Espanha – Galiza, Catalunha, Castela, Bascos ou Andaluzia – as directivas emanadas de Bruxelas”. Artur Nunes recordou “o problema do financiamento das estruturas associativas revelando que muitas delas estão numa situação muito difícil do ponto de vista da subsistência, tendo algumas delas mesmo encerradas”. Entende que “deveria haver por parte do governo uma politica de apoio às estruturas associativas concedendo-lhes uma parte da derrama em virtude de exercer uma actividade útil e benéfica para comerciantes e munícipes”.



visitas: 2452


Categoria: Notícias

Notícias da FEP - Federação Empresarial Portuguesa



fep.com.ptFederação Empresarial Portuguesa rumo a 2020

A Federação Empresarial Portuguesa reuniu em Baião, alguns dos seus membros, nomeadamente o Presidente(...)

clique para ver mais


pub



home

www.fep.com.pt - federação empresarial portuguesa
punchline.pt    Valid HTML 4.01 Transitional